Radar

Brasil lidera ranking de destruição das florestas tropicais

Compartilhe

No ano passado, 3,75 milhões de hectares (37,5 mil km²) de florestas tropicais primárias foram desmatadas em todo o mundo, dos quais 1,5 milhão apenas no Brasil (15 mil km²) — 40% do total. O país lidera o ranking divulgado na última quinta-feira (28) pela plataforma Global Forest Watch, iniciativa do World Resouces Institute (WRI) em parceria com a Universidade de Maryland (EUA).

De acordo com o ranking, o Brasil está muito à frente do segundo colocado, a República Democrática do Congo, que perdeu 499 mil hectares. Entre os países com florestas tropicais, a Indonésia está entre os que conseguiram melhorar seu desempenho – pelo quinto ano consecutivo reduziu o desmatamento –, mas ainda está entre os cinco maiores desmatadores.

Houve um aumento da destruição da mata nativa no oeste da Amazônia, principalmente em pontos localizados ao longo de estradas. A expansão da fronteira agrícola e a mineração estão entre os principais motivos da derrubada das florestas, segundo o estudo. O desmatamento provoca, além da perda de biodiversidade, aumento das emissões de carbono, o que contribui para o aquecimento global. O Brasil concentra cerca de 33% das florestas tropicais primárias – aquelas que não foram exploradas pelo homem.

Clique aqui e leia a pesquisa da Global Forest Watch.

Clique aqui e leia reportagem sobre o estudo publicada no jornal Folha de S. Paulo.

É hoje! Não amanhã

Artigo anterior

Amazônia perde em abril área equivalente à cidade do Rio de Janeiro

Próximo artigo

Você também pode gostar

DEIXE UMA RESPOSTA

O seu endereço de e-mail não será publicado.